Book Presentation and Screening
Renée Green, Ros Gray
Other Planes of There: Selected Writings
Endless Dreams and Water Between
Come Closer
25.01.2016

Livraria Linha de Sombra
Cinemateca Portuguesa - Museu do Cinema



My Image

A Maumaus e o espaço Lumiar Cité, em colaboração com a Livraria Linha de Sombra e a Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema, organizam sessões de apresentação da publicação “Other Planes of There: Selected Writings” e da projeção dos filmes “Come Closer” e “Endless Dreams and Water Between”, todos da autoria da artista plástica Renée Green.

A obra de Renée Green define-se por uma prática artística que explora e amplia o terreno tradicional da arte, utilizando-a para questionar o sentido e o modo da nossa vivência. A artista evita uma simples transfiguração de conteúdos (a sociologia como arte, etc.) recorrendo a instalações, vídeos, esculturas e texto como suporte para diversos modelos de um conhecimento diferenciado, referindo-se às tensões entre estes e os seus estatutos relativos. Ironia, humor e seriedade fazem parte dos trabalhos que são desenvolvidos através de uma complexa rede de associações com base em ideias do passado, do presente e do futuro. Estas associações misturam-se com narrativas públicas e privadas, de tempos e locais diferentes, de acordo com as observações da artista. A publicação “Other Planes of There: Selected Writings” (Duke University Press) reúne pela primeira vez uma coleção substancial dos textos que a artista produziu entre 1981 e 2010: ensaios, guiões de filmes, críticas, polémicas e reflexões sobre a sua prática artística e obras de arte seminais. Os ensaios selecio- nados estão dispersos por publicações originárias de diferentes países e línguas, o que torna “Other Planes of There: Selected Writings” um elemento decisivo na perceção da trajetória artística e intelectual de Renée Green.

“Come Closer” é um filme peripatético que desenvolve uma meditação poética sobre a distância, sugerindo uma rede afetiva entre Lisboa, São Francisco e o Brasil. Focando-se no cineasta brasileiro Karim Aïnouz, no músico Derrick Green – irmão da artista e vocalista da banda brasileira Sepultura – e no trabalho que produziu em Lisboa desde 1992, o filme também pode ser visto como uma reflexão sobre a amizade e a saudade. Através de um narrador português (o artista plástico Nuno Ramalho), reformula-se o relacionamento contínuo de Green com o mundo lusófono como uma memória visceral da complexidade das relações cruzadas, ou seja, do modo como a história persiste no presente. No filme “Endless Dreams and Water Between”, quatro personagens fictícias sustentam uma troca epistolar em que o seu pensamento é entrelaçado com as localizações físicas que habitam, elas próprias enquanto personagens visuais e aurais: as ilhas de Manhattan (EUA), Maiorca (Espanha) e as ilhas e a península que formam a área de San Francisco Bay (EUA). As reflexões e os sonhos das personagens representam o que poderia ser descrito como uma “mente – arquipélago”, ligando mundos, tempo e espaço.

Ros Gray é Professora Agregada de Fine Art Practice (Critical Studies) no Goldsmiths College, University of London.

Renée Green (1959) é Professora no MIT Program in Art, Culture and Technology, School of Architecture and Planning. A sua obra foi apresentada em museus, bienais e festivais, incluindo: Yerba Buena Center for the Arts (São Francisco), Musée Cantonal des Beaux-Arts (Lausanne), Jeu de Paume (Paris), Portikus (Frankfurt), Vienna Secession (Viena), MOCA (Los Angeles), MACBA (Barcelona), Museum Ludwig (Colónia), ICA (Londres), Centre Georges Pompidou (Paris), Bienal de Berlim, Manifesta 7 (Trentino) e Documenta 11 (Kassel). As suas publicações incluem “Endless Dreams and Time-Based Streams”, “Ongoing Becomings”, “Between and Including”, “Shadows and Signals” e “Negotiations in the Contact Zone” (editora). Colaborou com ensaios e ficções para inúmeras publicações, incluindo: Frieze, Transition, October, Texte zur Kunst e Collapse.













































































































































































Maumaus

Campo dos Mártires da Pátria, 100 - 1º esq.
1150-227 Lisboa, Portugal

Tel: + 351 21 352 11 55
maumaus@maumaus.org

Avenida António Augusto de Aguiar, 148 - 3º C
1050-021 Lisboa, Portugal

Lecture
Alan Read
The Dark Theatre:
Conditions of the Irreparable
11.-13.03.2020, 11 am, 2 pm

Auditorium Goethe-Institut, Lisbon

Fogo Island Dialogues
Atlantic Codes
November 8–9, 2019

Calouste Gulbenkian Foundation, Padrão dos Descobrimentos, Lumiar Cité


Lumiar Cité

Rua Tomás del Negro, 8A
1750-105 Lisboa, Portugal
Wednesday to Sunday, 3pm to 7pm
and by appointment
Tel: + 351 21 755 15 70 | 21 352 11 55
lumiar.cite@maumaus.org

Ao descer a escada
Há um degrau p’ra me sentar.
Não há outro degrau
Onde descansar.
Não estou lá em baixo
Nem lá em cima estou.
Estou é na escada
Onde sempre estou.

Ao subir a escada
Não estou em cima, nem em baixo.
Não estou na creche,
Nem mesmo no sopé, acho.
Ideias estranhas começam a girar
Na minha cabeça
Fora do lugar!

Tonio Kröner
09.11.2019 - 02.02.2020

25.01 | 17h00 Talk with Tonio Kröner, Simon

Thompson, Jürgen Bock


Upcoming exhibition:

Judith Barry
All the light that's ours to see
28.03. - 28.06.2020


In cooperation with Lumiar Cité:

Tiffany Chung
Thu Thiêm: an archaeological
project for future remembrance
08.06. - 08.09.2019

Johann Jacobs Museum



Maumaus / Lumiar Cité
is funded by Ministério da Cultura / Direção-Geral das Artes. With the support of Câmara Municipal de Lisboa and Junta de Freguesia do Lumiar

My Image
My Image
My Image
My Image